AFIA – Associação Fabricantes Automóvel transfere sede de Gaia para Leça

AFIA e AEP

Partilhe:

Translate


A Associação de Fabricantes para a Indústria Automóvel (AFIA) vai transferir a sua sede, actualmente situada em Vila Nova de Gaia, para o edifício de serviços da Associação Empresarial de Portugal (AEP), junto da Exponor, em Leça da Palmeira, Matosinhos.

Uma transferência que ocorre no âmbito do protocolo de cooperação que as duas organizações formalizaram esta semana, que vão passar “a actuar articuladamente” na internacionalização e promoção externa de um sector fortemente exportador, que em 2015 facturou cerca de oito mil milhões de euros.

Uma parceria associativa que os seus promotores consideram que irá “potenciar as sinergias” entre ambas as organizações e levar ao “desenvolvimento e concretização de iniciativas que concorram para a crescente internacionalização” das cerca de 200 empresas portuguesas que fornecem peças e componentes a fábricas e linhas de montagem de automóveis em todo o mundo.

AFIA e AEP vão passar a actuar conjuntamente

A AFIA e a AEP comprometem-se a organizar em conjunto acções de capacitação e de informação dos fabricantes portugueses de componentes para a indústria automóvel em matérias como detecção de oportunidades de negócios e de investimento, instrumentos de apoio à internacionalização, funcionamento dos mercados externos e técnicas de exportação.

A colaboração entre a AEP e a AFIA estender-se-á à participação em feiras, missões empresariais e eventos no estrangeiro, campanhas promocionais em mercados considerados estratégicos e organização de visitas compradores internacionais ao nosso país.

“A AEP tem promovido anualmente cerca de quatro dezenas de acções de promoção externa e dispõe de uma rede de contactos, como associação multissetorial e câmara de comércio e indústria que é, em quase todos os países do mundo. É esse capital de conhecimento e de capacidade de realização que colocamos ao dispor da AFIA, para que os fabricantes portugueses de componentes para a indústria automóvel ampliem a sua presença no radar internacional da indústria 4.0 e contribuam ainda mais para o alargamento da base exportadora do país”, salienta Paulo Nunes de Almeida, presidente da AEP, em comunicado.

Por seu lado, Tomás Moreira, presidente da AFIA, realça que, “no âmbito da nova associação MOBINOV – Associação do Cluster Automóvel, a AFIA comprometeu-se a reforçar as acções de promoção externa e apoio à internacionalização do sector”, considerando que “a experiência da AEP nesta área será uma mais-valia que permitirá realizar essas acções de uma forma mais eficaz e eficiente“.

A AFIA representa uma indústria que emprega 42 mil pessoas e factura oito mil milhões de euros por ano, com uma quota de exportação de 84%. No ano passado, este sector representou 4,6% do PIB, 6,5% do emprego da indústria transformadora e 13,4% das exportações nacionais de bens.


Partilhe:

Comentar