Ana Bola traz a Matosinhos monólogo de denúncia do estado da arte

Actriz Ana Bola

Partilhe:

Translate


Uma atriz madura confrontada com a falta de trabalho e de respeito, apesar do carinho do público. Após quarenta anos de profissão, Ana Bola é simultaneamente intérprete e personagem do monólogo “Ana Bola Sem Filtro”, que sobe ao palco do Cine-Teatro Constantino Nery no dia 12 de março, pelas 21h30.

Com encenação de António Pires, o espetáculo dá corpo a uma atriz e autora de sucesso no teatro e na televisão, a qual, aos 62 anos, enfrenta dificuldades para conseguir trabalho. Apresenta propostas e tem reuniões com as direções de programas, mas não consegue ver nada aprovado. Restam-lhe os castings de um programa de talentos, enquanto lhe é pedido que faça um pouco de tudo (exceto representação): dança ou culinária, ballet clássico ou números de circo.

[h2]Ana Bola Sem Filtro é muito mais do que um simples espetáculo teatral[/h2]

Ainda que de forma ligeira e bem-disposta, “Ana Bola Sem Filtro” é muito mais do que um simples espetáculo teatral – é um exercício de crítica contundente e “sem papas na língua”, e um relato na primeira pessoa sobre a total falta de respeito pela arte, pelos artistas e pelo trabalho sério, substituído por atentados ao talento e à experiência. Um monólogo sem filtros e sem medos.


Partilhe:

Comentar