Centro empresarial Lionesa vai acolher 12 mil trabalhadores

Galerias do Centro empresarial Lionesa

Partilhe:

Translate


Centro empresarial Lionesa: ‘resort’ empresarial

Investimento de 100 milhões de euros em Leça do Balio vai permitir duplicar a área para os 100.000 metros quadrados.[su_spacer]

Vai custar 100 milhões de euros e é um dos maiores projetos empresariais em curso, na região Norte do país. O centro Lionesa, em Leça do Balio, apelidado pelos seus promotores de ‘resort’ empresarial, vai duplicar a sua área para os 100.000 m2, consolidando ainda mais a sua vertente alternativa ao cruzar arte e negócios, inovação e cultura. Com esta ampliação estima-se que venham a circular no centro empresarial cerca de 12 mil trabalhadores.[su_spacer]

O projeto inclui uma instalação religiosa da autoria do arquiteto Álvaro Siza Vieira, uma nova zona desportiva com oito campos de padle, o arranque do projeto Reactor, a entrada de uma multinacional que criará mais de 350 novos postos de trabalho e a expansão da Farftech que implicará mais 300 postos de trabalho, juntando aos cerca de mil que tem atualmente.[su_spacer]

O projeto prevê ainda a construção de um hotel, ginásio e residências universitárias e empresariais.[su_spacer]

Recorde-se que o centro empresarial Lionesa nasceu em 2002 para dar vida a um espaço que foi outrora uma propriedade de indústria têxtil. Hoje é uma espécie de mini-cidade criativa onde estão instaladas 127 empresas com cerca de 4 mil colaboradores.

 

in Expresso


Partilhe:

Comentar