Grande Porto

Critical TechWorks: BMW faz crescer escritório do Porto

software para a BMW

Critical TechWorks duplica volume de negócios com software para a BMW e faz crescer escritório do Porto.


O arranque da Critical TechWorks aconteceu em 2018, logo após o acordo de parceria entre a BMW e a Critical Software. Com interesse na capacidade técnica da empresa portuguesa, a gigante de veículos alemã esteve a propor uma ideia de joint venture que se mostrou acertada. Após dois anos, a empresa agora com escritório no Porto conseguiu duplicar o volume de negócios com software e prevê uma faturação, no final de 2020, na casa dos 57 milhões de euros.

Com sede em Coimbra, a Critical Software é uma referência na área de tecnologia em Portugal e no mundo. A empresa que arrancou em 1998 é especializada em soluções e serviços de tecnologias fiáveis, com foco principal na criação e projeção de softwares para diferentes categorias de clientes. Possui negócios ativos com empresas de topo como a BMW e organismos oficiais como as Forças Armadas Portuguesas e do Reino Unido.

A programação de software é uma especialização que está a crescer em todo o mundo, e que se faz importante no ambiente laboral e também do entretenimento. As plataformas de streaming, por exemplo, recorrem ao serviço de empresas como a Syberry e a DockYard para projetar e programar a estrutura do serviço que estamos sempre a acompanhar no smartphone ou na TV. As plataformas de casino online também procuram programadores de softwares fiáveis, como aparece na lista de melhores fornecedoras de slots da VegasSlotsOnline. A segurança nestes jogos é fundamental para os apostadores. Empresas de produtos bastante utilizados, como é a Adobe, também procuram por programadores de softwares para as aplicações, que neste caso é feita pela gigante Tivix, que possui sede na conhecida região de Silicon Valley.

Sucesso da Critical TechWorks

A importância dos softwares para as empresas foi o motivo que levou a BMW a encontrar na Critical Software uma parceira. A gigante alemã desistiu da ideia de uma empresa própria de raiz, pois é uma área muito complexa e que requer um alto investimento para resultados a longo prazo. Ao criar a nova joint venture, as duas empresas acabam por conseguir bons resultados e um crescimento no setor de forma rápida.

A maior prova disso está nos números divulgados pela Critical TechWorks. Entre 2018 e 2020, a faturação da empresa mais que dobrou. No início, o número não passava dos 10 milhões de euros e, atualmente, a receita que se espera para o fim de dezembro é de 57 milhões de euros. Um aumento que mostra a importância do serviço realizado pela empresa portuguesa. Além disso, o crescimento também foi visto na equipa, que tem como sede principal o Porto.

Durante o arranque da parceria, o escritório na região não continha mais do que 600 pessoas a trabalhar. Atualmente, segundo o Chief Operations Officer (COO) da Critical Techworks, Jochen Kirschbaum, a empresa deve encerrar o ano com mais de 1000 colaboradores e com a expectativa de criar mais postos de trabalho até o final do próximo ano. Assim, é possível perceber como os números estão a ser positivos.

A parceria entre as duas empresas foi um atalho para um melhor desenvolvimento de softwares para os carros da BMW, que estão cada vez mais a apontar para a digitalização. As novas tecnologias estão a transformar esse mercado, e os veículos da empresa alemã precisam de softwares fiáveis para acompanhar o ritmo das concorrentes como a Tesla ou a Volkswagen.

Porto mais tech

A escolha da BMW numa empresa portuguesa tem dois motivos específicos, como diz a reportagem no portal Dinheiro Vivo. Além da proximidade com a região de Munique, que está a poucas horas de avião do norte de Portugal, a boa reputação do Porto como um hub de tecnologia também parece ter sido fundamental para a escolha. Ainda em 2015, o centro de inovação de Matosinhos já indicava como a região pensava num futuro mais tech.

O Porto também é a sede de outras empresas da área de tecnologias, como a Revolut e a Farfetch, que estão a atuar em setores diferentes. Essa variedade é uma das riquezas que colocam a região Norte como um hub eficiente para esses serviços, e parece ser a morada perfeita para a Critical TechWorks.

Essa parceria entre a Alemanha e Portugal está a render frutos para os dois países, e isso significa um impacto cada vez mais positivo na relação dentro da União Europeia. A Critical TechWorks está a criar postos de trabalho no país, e também está a oferecer serviços de alto nível para a empresa com sede em Munique. Uma parceria que se mostra mais do que acertada.

Partilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue