Exposição Fictional Grounds

“Fictional Grounds” é a nova exposição do coletivo berru no Porto

“Fictional Grounds” – para ver, a partir de 20 de outubro, na Escola das Artes da Católica no Porto.


Simulações de solos de um território imaginado através das quais se pode procurar vestígios de minerais com potencial energético e apresentar amostras de terra provenientes de diferentes origens com composições variadas que são montadas em planos bidimensionais – é esta realidade ficcionada que se poderá assistir de perto na nova exposição “Fictional Grounds” do coletivo artístico berru criado no Porto, que venceu o prémio Sonae Media Art 2019, e que já expôs e foi responsável por instalações em instituições como a Fundação Calouste Gulbenkian, BoCA Biennial of Contemporary Arts, e The Old Truman Brewey (Londres). A exposição conta com curadoria de Nuno Crespo, diretor da Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa. A inauguração tem data marcada para 20 de outubro, às 19h00 na Escola das Artes. A entrada é livre. 

A exposição será apresentada ao público através de planos bidimensionais e colocados no espaço expositivo como se de pinturas ou esculturas minimalistas se tratassem. Vista de uma forma crítica e movida pela urgência da catástrofe ecológica atual, a exposição estabelece uma relação subtil com o universo dos earthworks (trabalhos com terra) dos artistas pioneiros da Land Art como Robert Smithson, Richard Long ou com a famosa exposição de Walter de Maria quando em 1977 encheu uma galeria de Nova Iorque com 140 toneladas de terra. 

Em ‘Fictional Grounds’ está bem patente a visão característica de berru, cujo trabalho que têm vindo a desenvolver é baseado numa ideia de exploração de mecanismos, conceitos e materiais muito diferenciados,” salienta Nuno Crespo, curador da exposição. O grupo trabalha indistintamente com imagens em movimento, escultura, som e new media, havendo sempre um elemento performático e muito dinâmico em todas as obras que desenvolvem. O elemento dinâmico acontece quer no momento da conceção das suas obras, quer na experiência que o público faz delas. ”A vita contemplativa dá aqui lugar a vita activa em que o público é convocado a acompanhar o processo dinâmico de desenvolvimento das suas obras.,” conclui Nuno Crespo.  

Uma exposição a não perder, patente na Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa no Porto até 17 de fevereiro. A entrada é livre e aberta a toda a comunidade. 

Sobre o coletivo berru:

O coletivo berru, criado no Porto em 2015, venceu o prémio Sonae Media Art 2019 com o projeto “Systems Synthesis” e já expôs e foi responsável por instalações em diferentes instituições, como a Fundação Calouste Gulbenkian, BoCA Biennial of Contemporary Arts, Museu Nacional de Arte Contemporânea do Chiado, gnration (Braga), Galeria Municipal do Porto, Arquipélago – Centro de Artes Contemporâneas – Açores, The Old Truman Brewey (Londres), Culturgest, a Fundação Cecília Zino e o Centro Cultural Vila Flor. Em 2021, esteve na quinta edição da Instambul Design Biennial.

EXPOSIÇÃO “FICTIONAL GROUNDS”  

EXPOSIÇÃO “FICTIONAL GROUNDS”
BERRU · 20 OUT · 17 FEV 2023
Curadoria de Nuno Crespo
Entrada Livre
Escola das Artes da Universidade Católica Portuguesa
Rua de Diogo Botelho, 1327, 4169-005 Porto


Data

01 - 17 Fev 2023
A decorrer...

Mais Info.

Leia Mais
Escola das Artes - Católica Porto

Local

Escola das Artes - Católica Porto
R. de Diogo Botelho 1327, 4169-005 Porto

Fevereiro 2023

SEG
TER
QUA
QUI
SEX
SÁB
DOM
30
31
1
2
3
4
5
Events for 1 Fevereiro
Sem Eventos
Events for 2 Fevereiro
Sem Eventos
Events for 3 Fevereiro
Sem Eventos
Events for 4 Fevereiro
Sem Eventos
Events for 5 Fevereiro
Sem Eventos
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
1
2
3
4
5