Desporto

Kika Veselko faz história e sagra-se campeã do Mundo

Kika Veselko (San Diego)

No Mundial Júnior WSL


Kika Veselko conquistou, esta sexta-feira, o título mundial júnior da World Surf League, num dia histórico para o surf feminino nacional. A jovem surfista portuguesa, de 19 anos, levou a melhor no dia final em San Diego, na Califórnia, para tornar-se na primeira surfista portuguesa a alcançar o título máximo da categoria júnior.

Um dia final emocionante e que colocou Kika Veselko em ação frente a algumas das mais jovens talentosas surfistas do Mundo. Tudo começou com um triunfo sólido nos quartos-de-final frente à canadiana Erin Brooks, seguindo-se um duelo mais equilibrado frente à australiana Sierra Kerr, que foi decido já na reta final, com a experiência de Kika a fazer a diferença no desfecho da segunda meia-final.

Depois de eliminar duas das mais jovens promissoras surfistas do Mundo, a campeã nacional de 2021 teve pela frente na final a norte-americana Sawyer Lindblad. Apesar de a adversária estar a competir “em casa”, Kika tinha a seu favor também alguma experiência local, uma vez que já passou várias temporadas na Califórnia, de onde o pai é natural.

Kika Veselko
Kika Veselko

O heat decisivo começou com equilíbrio, havendo depois um ascendente para Lindblad. Foi já no último terço da bateria que Kika apanhou a onda que faria toda a diferença. Com 7 pontos, a surfista portuguesa conseguiu inverter o marcador e garantir o triunfo com um score total de 12,47 contra 12,33 da norte-americana.  

Após o título de Vasco Ribeiro conquistado em 2014, na Ericeira, Kika repete mais um triunfo para o surf nacional no Mundial Júnior da WSL. Uma vitória que deixou a jovem surfista da Linha muito emocionada e em lágrimas logo após sair da água. 

Quero agradecer o convite e a oportunidade que me foi dada. Tinha um sentimento especial desde o início do campeonato e pensava que tudo ia correr bem. Estava confiante ao longo do campeonato. Na final caí na primeira onda, mas voltei para fora e continuei a lutar. E consegui! Quero agradecer à minha família, aos meus patrocinadores e ao meu treinador, Rodrigo Sousa”, frisou Kika na flash interview, antes de deixar a emoção tomar conta do momento.

Além do título mundial da categoria, Kika Veselko, que chegou a este evento como uma das wildcards, qualificou-se automaticamente para as Challenger Series 2023. 

Após dois anos de pausa, devido à pandemia, o Mundial Júnior da WSL regressou este ano à água e logo com um triunfo português. Kika Veselko superou, assim, o registo de Teresa Bonvalot nesta prova, que no Mundial de 2015, na Ericeira, tinha conseguido o 3.º posto final.