Porto Business School lança programa de ignição de empresas

Ignition Programme – Science-based Businesses for a Sustainable World

Partilhe:

Translate

Escola de negócios da Universidade do Porto vai apoiar 50 participantes na criação de spin-offs e start-ups

A Porto Business School vai lançar um novo programa de ignição de empresas, denominado “Ignition Programme – Science-based Businesses for a Sustainable World”, que pretende ajudar 50 participantes a entrar no mundo empresarial através da criação de spin-offs e start-ups. O programa, totalmente gratuito, decorre entre janeiro e maio de 2023, em colaboração com o Berkeley Innovation Group, da Universidade da Califórnia, e também com o HAG Group, a Star Busy Investments e a INOVA+. As candidaturas estão disponíveis em ignitionpbs.pt.

O novo programa de formação da escola de negócios da Universidade do Porto, a decorrer no âmbito de um projeto co-financiado pela Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), é destinado a participantes de setores relacionados com a biologia, ambiente, agro-indústria, biodiversidade e sustentabilidade dos ecossistemas. Entre o público-alvo incluem-se investigadores interessados em criar spin-offs, empreendedores envolvidos em start-ups e potenciais co-fundadores com competências empresariais, como MBA, alunos de MBA e gestores. A seleção dos candidatos será feita por um júri de peritos indicados pelas instituições responsáveis pelo programa.

Deste modo, a escola materializa uma das componentes de formação do projeto BIOPOLIS, a maior iniciativa portuguesa na área da Biologia Ambiental, Ecossistemas e Biodiversidade, resultante do Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO), uma unidade de investigação da Universidade do Porto. A Porto Business School é o parceiro co-promotor, responsável pela componente de ignição de novas empresas e spin-offs, com a missão de promover a valorização económica dos resultados da investigação produzida pelo BIOPOLIS.

Segundo Ana Jogo Mendes, diretora executiva do CBI – Center for Business Innovation, unidade na Porto Business School, responsável pelo projeto BIOPOLIS, “este programa multidisciplinar permitirá mobilizar um abrangente conjunto de docentes, líderes empresariais e oradores internacionais de renome”. E acrescenta: “Haverá um acompanhamento por mentores ao longo de todo o programa e iremos também promover sessões especiais com destacados peritos”. “Tendo em conta as diversas dificuldades das start-ups “à nascença”, esta orientação próxima será fulcral para, de forma conjunta, respondermos aos desafios do mercado e potenciarmos um ecossistema empresarial mais sustentável”, acrescenta.

Porto Business School - Exterior
Porto Business School

Ignition Programme – Science-based Businesses for a Sustainable World

No total, o programa será composto por quatro módulos, que decorrerão durante 16 semanas de formação: 1. “O mindset certo para Inovar e Empreender” (ministrado pelo Berkeley Innovation Group); 2. “As competências de gestão necessárias para um empreendedor” (ministrado pela Porto Business School); 3. “Entrada no mercado e a conquista dos clientes certos” (ministrado pelo HAG Group e StarBusy, com a participação de convidados especiais); e 4.“As melhores alternativas de financiamento” (ministrado pela INOVA+). A formação decorrerá em formato híbrido, sendo disponibilizada a opção de participação online, mas em que se dará sempre preferência ao modo presencial, a partir das instalações da Porto Business School. No decorrer do programa serão dinamizadas quatro talks, que envolverão investigadores e empreendedores nacionais e internacionais de renome, que partilharão as suas histórias e experiências aos participantes.

«Acreditamos que este programa representa uma oportunidade para, através das competências mais relevantes, ajudar os formandos a adquirirem a capacidade de transformar ideias inovadoras em iniciativas empresariais, com o financiamento adequado para lançarem os seus negócios no mercado», conclui Ana Jogo Mendes, do CBI – Centre for Business Innovation. Acrescente-se que, na última etapa, os participantes irão dialogar diretamente com os agentes capazes de os financiar e terão a oportunidade de lhes apresentarem as suas ideias de negócio através de um pitch. Desta forma, a Porto Business School reforça a sua aposta em programas formativos diversificados, em sinergia com organizações de relevo, através de uma cultura de experimentação que promove a transferência de conhecimento de valor para a sociedade.
Mais informações em ignitionpbs.pt.



Partilhe: