Repórter da TVI agredida em direto durante reportagem em Matosinhos

Ticiana Xavier - Repórter TVI
Partilhe:

Translate

A repórter da TVI Ticiana Xavier foi agredida esta quarta-feira por um homem enquanto fazia uma reportagem em direto para o programa “Dois às 10“, em Matosinhos.


O incidente aconteceu quando a repórter dava conta do caso de um casal de idosos que tinha sido assaltado e agredido em casa, no dia 28 de fevereiro, por volta das 03h30, na avenida Engenheiro Duarte Pacheco, em Matosinhos. Um homem aproximou-se da jornalista e, de forma inesperada, começou a tapar a câmara com a mão. Em seguida, dirigiu-se a ela e empurrou-a várias vezes.

A situação foi transmitida em direto para o programa, e os apresentadores Cristina Ferreira e Cláudio Ramos mostraram-se chocados com a agressão. “Calma, calma. O câmara que não deixe de gravar, até porque se tivermos aqui uma situação mais complicada temos aqui o registo de alguma coisa que possa acontecer à Ticiana“, disse Cristina Ferreira.

Um outro homem que passava no local interveio e ajudou a afastar o agressor da repórter. Ticiana Xavier conseguiu retomar a reportagem, mas o incidente deixou-a visivelmente abalada.

Idosa assaltada em Matosinhos
Idosa assaltada

Três detidos por assalto a casal de idosos

A PSP deteve em Matosinhos três pessoas, dois homens e uma mulher, por suspeitas do crime de roubo ao casal de idosos sobre o qual Ticiana Xavier estava a fazer a reportagem.

O homem, de 82 anos, foi agredido durante o assalto e teve que ser transportado ao Hospital de Matosinhos.

Os suspeitos, um casal com 38 e 33 anos e um outro homem de 21 anos, residentes na Maia e Matosinhos, foram detidos na quarta-feira quando saiam do local do crime num BMW escuro. Dentro do veículo, conduzido pela mulher, estava também um bebé de um ano e meio, que foi entregue a familiares.

A PSP apreendeu o automóvel, dinheiro, joias, relógios, telemóveis, ferramentas e outras ferramentas utilizadas no crime.

Os detidos são presentes esta quinta-feira às autoridades judiciárias para aplicação das medidas de coação.



Partilhe: