Saiba como reduzir os consumos de energia e água no verão

Saiba como reduzir os consumos de energia e água no verão

Partilhe:

Translate

Normalmente, quando falamos de eficiência energética, o primeiro em que pensamos é na perda de calor que ocorre nas casas durante o inverno ou na energia que consumimos ao cozinhar, mas o verão, com todas as mudanças de hábitos que acarreta, é também um momento de que, se não tomarmos cuidado, podemos deparar-nos com um aumento da conta de eletricidade e de água.

O ar condicionado, mais gasto de água, frigoríficos e congeladores muito mais usados… O verão muda a dinâmica em casa, e por isso é importante levar em consideração algumas dicas para poupar energia e, com isso, ajudaremos a reduzir as emissões e ainda os gastos que se tem com as faturas de energia elétrica.

Neste artigo desenvolvido pela Selectra, empresa que se dedica à comparação de tarifas de energia e que ajuda os portugueses a poupar nas contas mensais do lar, reúne uma série de dicas que ajudará a combater os altos consumos nesta estação, e a poupar energia e água no verão.

  • Poupar energia
  1. Utilize lâmpadas LED. Com as lâmpadas LED, pode reduzir o consumo de energia em até 75%. Estas lâmpadas duram cinquenta vezes mais que as comuns e produzem metade do calor de uma convencional. São as melhores para poupar eletricidade e reduzir a sensação de calor no interior da casa.
  1. Faça bom uso das persianas. No período da manhã, que é quando está mais fresco, abra as persianas e as janelas, para ventilar a casa. Ao meio-dia fecha-os, tanto as janelas como as persianas, para que o ar fresco fique no interior e o calor não entre. Desta maneira, vai garantir um ambiente limpo e fresco, sem a necessidade de usar o ar condicionado.
  1. Seja inteligente com o termostato. Sabemos que no verão o calor pode ser sufocante, mas também o preço da energia pode ser se usarmos o ar condicionado diariamente e por longos períodos de tempo. Sugerimos que mantenha o seu termostato nos 20-22 graus, e use o ar condicionado apenas em horários realmente necessários.
  1. Ao usar a máquina de lavar, faça-o com água fria. Use ciclos curtos e lave com água fria ou morna. Ao usar água quente, terá um maior gasto de energia. Apenas use água quente quando for realmente necessário e não em todos os ciclos de lavagem. É uma das formas que tem de evitar um aumento do valor da fatura.
  1. Evite usar a máquina de secar roupa. É um eletrodoméstico praticamente desnecessário nesta estação quente. Aproveite os raios de sol do verão para secar a roupa. Use este eletrodoméstico de forma ponutal.

Com a chegada do verão, chegam também as altas temperaturas e a baixa pluviosidade, o que significa que em muitas zonas pode haver escassez de água, e por isso é que se deve consumir com responsabilidade, contribuindo para a redução da fatura de água.

  • Poupar água
  1. Encha duas garrafas de água e coloque-as dentro do autoclismo. O ideal seria colocar um sistema de dupla descarga, mas não sendo, pode ser colocar duas garrafas dentro do autoclismo. Desta forma irá reduzir a capacidade e poupar entre 2 e 4 litros de água.
  1. Opte por regar à noite. Se tem um jardim ou plantas na varanda, regue à noite, e assim evitará perdas por evaporação. Outra forma de poupar água é ter plantas xerófitas, capazes de suportar períodos prolongados de seca, sem necessidade de serem regadas constantemente.
  1. Verifique as torneiras e se existem fugas. Uma torneira que esteja constantemente a pingar, pode significar uma perda de centenas de litros de água por mês. Verifique se as torneiras de sua casa não tem fugas e evite contas de água muito elevadas.
  1. Aproveite a água fria do duche. Se até no verão é daquelas pessoas que toma banho de água quente, aproveite os primeiros litros de água que saem até conseguir a temperatura que deseja. A água fria desperdiçada pode ser reutilizada para regar, lavar loiça ou lavar o chão.
  1. Utilize a máquina de lavar loiça. Se em vez de lavar à mão utilizar a máquina de lavar loiça estará a poupar até 10% de água. Obviamente, que esta deve ser utilizada com a sua capacidade máxima. Além disso, se investir em aparelhos eficientes além da água, também pode poupar energia.
  1. Instale sistemas de poupança de água. Existem sistemas muito inovadores no mercado que, além de ajudá-lo a poupar água, alertam quando existiu um consumo muito alto, para que fique a saber mais sobre o gasto efetuado. Pode optar por instalar atomizadores nas torneiras que misturam água com ar e reduzem o fluxo de água, torneiras monocomando com as quais pode ajustar o fluxo e a temperatura ao mesmo tempo. Estes são sistemas muito úteis e económicos que ajudarão a reduzir o consumo de água.

Optar por poupar energia e água, seja por razões ambientais ou económicas, é fácil. Apenas se deve tomar consciência e acima de tudo consistência. É importante adoptar todas as medidas possíveis, já que até mesmo coisas que aparentemente são insignificantes, podem fazer a diferença em termos de poupança.



Partilhe: