Vinhos de Trás-os-Montes provam-se no Porto este fim de semana

Prova Vinho
Partilhe:

Translate

São 20 produtores que vão marcar presença na 2.ª edição do Trás-os-Montes em Prova no Porto. A cidade Invicta foi escolhida para dar a conhecer e a provar mais de 120 vinhos da região de Trás-os-Montes.


Nos dias 16 e 17 de dezembro, o Porto acolhe o Trás-os-Montes em Prova, das 15h00 às 20h00, no Hotel Crowne Plaza, localizado em plena Avenida da Boavista. O evento, organizado pela Comissão Vitivinícola Regional de Trás-os-Montes (CVRTM), conta com duas dezenas de produtores das três sub-regiões nesta 2.ª edição, que vão dar a conhecer as novidades, a história e a provar, a enófilos, profissionais e ao público em geral, mais de uma centena de vinhos exclusivamente produzidos em Trás-os-Montes.

A oferta é vasta e passa por vinhos de vinhas velhas, vinhos de montanha e também outros de terroirs a altitudes mais baixas, vinhos de castas autóctones raras e com menos expressão no setor, como Bastardo e Tinta Amarela, a par de vinhos singulares, produzidos em lagares rupestres, que permanecem, ainda nos dias de hoje, em funcionamento nesta região do país.

Trás-os-Montes em Prova

Dar a conhecer o que de melhor se faz nas terras transmontanas, o carácter diferenciador e a diversidade de vinhos que nelas se produzem, nas três sub-regiões (Chaves, Valpaços e Planalto Mirandês), é o principal objetivo da iniciativa Trás-os-Montes em Prova.

Os bilhetes custam 10 euros e podem ser adquiridos no local do evento ou online. O acesso dá direito a provar todas as referências disponíveis, através da oferta de um copo Schott Zwiesel.

Vinhas

“Trás-os-Montes tem-se vindo a afirmar, pela sua tradição e história, no panorama vitícola português. Pequena, rica e muito sui generis no setor, a região é crescentemente reconhecida pela diversidade dos seus solos, xistosos e graníticos, que dão origem a vinhos absolutamente incríveis, quase sempre disponíveis em reduzidas quantidades e com elevada qualidade, que espelham bem a complexidade da região e de um terroir único, no panorama nacional.” afirma o presidente da CVRTM, Francisco Ataíde Pavão, e acrescenta ainda que: “Os vinhos de Trás-os-Montes merecem ser (re)conhecidos, dentro e fora de portas; merecem ser bebidos em todas as mesas, em todo o mundo; e merecem ainda ter uma maior visibilidade já que, orgulhosamente, cativam os consumidores e não desiludem quem se atreve a provar.”,

No Porto estarão presentes os seguintes produtores: Bago de Ouro, Casa do Joa, De Sousa, Encantos da Quinta, Encosta de Vassal, Encostas de Sonim, Flandório, Marimbelo, Mont’alegre Vinhos, Olivia’s Winery, Palmeirim D’Inglaterra, Quinta de Arcossó, Quinta das Corriças, Quinta do Salvante, Quinta Serra D’Oura e Quinta Valle Madruga. A esta lista, juntam-se ainda: Terras de Mogadouro, Vidago Villa, Vinho dos Mortos e Villela Seca para completar a mostra de vinhos de Trás-os-Montes na cidade Invicta.



Partilhe: