Paróquia

Liturgia Familiar: Solenidade da Imaculada Conceição

Imagem Imaculada Conceição

“Eis a escrava do Senhor…”

Eis-nos no coração do Advento. Acompanha-nos Maria, Mãe de Jesus e Mãe Nossa, concebida sem mancha de pecado.
Como nos é útil, nestes tempos difíceis que vivemos, o cuidado atento e materno de Maria. Ela, a Mãe de misericórdia, vida doçura e esperança nossa, não deixará, certamente, de interceder por nós junto de Seu Divino Filho para que sejamos libertos desta Pandemia.
Não deixemos de honrar Maria e, na sua pessoa, também as nossas mães, quer estejam connosco na terra quer estejam já com Deus nos Céus.

Pode cantar-se um cântico a Nossa Senhora ou outro próprio desta quadra (ou que tenha por tema a família e a sua unidade), à escolha de cada família. O elemento mais novo da família, se já for capaz, acende uma vela; pode também acender as duas primeiras velas da coroa de advento. Em seguida, todos fazem o sinal da cruz enquanto o/a Guia, se possível a Mãe, diz:


 
Introdução

G. Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

R. Ámen.

G. Vem, Senhor, ao nosso encontro

R. Caminhamos para Ti!


 
Invocação

Sugerimos a recitação alternada, verso a verso, entre os membros da família (por ex., de cada lado da mesa; pais e filhos, etc.)
 
Cantai um cântico novo:
– o Senhor fez maravilhas.

Abençoou-nos no Filho
– que nos deu da Virgem Mãe.

Ela é a cheia de graça,
– o início da redenção.

Aclamai a Deus, terra inteira,
– exultai de alegria e cantai.

G. Escutemos agora o Santo Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas
(Lucas 1, 26-38)

O Evangelho pode ser lido por quem guia a oração ou por outro familiar.

Naquele tempo, o Anjo Gabriel foi enviado por Deus
a uma cidade da Galileia chamada Nazaré,
a uma Virgem desposada com um homem chamado José,
que era descendente de David.
O nome da Virgem era Maria.
Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo:
“Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo”.
Ela ficou perturbada com estas palavras
e pensava que saudação seria aquela.
Disse-lhe o Anjo:
“Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus.
Conceberás e darás à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus.
Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo.
O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David;
reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim”.
Maria disse ao Anjo:
“Como será isto, se eu não conheço homem?”
O Anjo respondeu-lhe:
“O Espírito Santo virá sobre ti
e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra.
Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus.
E a tua parenta Isabel concebeu também um filho na sua velhice
e este é o sexto mês daquela a quem chamavam estéril;
porque a Deus nada é impossível”.
Maria disse então:
“Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra”.

Compreender, acolher, saborear e viver o Mistério

Onde for possível, os filhos perguntam e os pais respondem.

Que quer dizer “Imaculada Conceição”?
Quer dizer que não houve momento nenhum da existência de Maria, que ela não fosse cheia de graça, inteiramente santa, sem mancha de pecado. Ela foi sempre fiel ao amor de Deus, disse-Lhe sempre “SIM”.

Que significa a palavra “Avé” com que o anjo saudou Maria?
“Avé” é um convite à alegria. Maria tinha grandes motivos para se alegrar, porque Deus a escolheu e preparou para uma grande missão.

–Maria respondeu que era «a escrava do Senhor”. Não era livre?
Pelo contrário! Essa resposta significa que Ela escolheu pôr-se às ordens de Deus para servir os seus projetos de salvação como Mãe do Messias. Disse SIM. Declarou a sua disponibilidade total e para toda a vida.

Preces

Um membro da família lê a primeira parte e todos respondem.

Jesus, Sol de justiça, a quem a Virgem Imaculada precedeu como aurora resplandecente,
– faz-nos viver sempre na claridade da Tua luz.
 
Tu que tiveste Maria por Mãe, no lar de Nazaré,
– abençoa todas as mães e santifica a nossa família.
 
Tu que nos deste Maria por Mãe,
– concede-nos, pelos seus rogos, saúde e alegria, perdão e paz.
 
Redentor dos homens, que fizeste de Maria a Cheia de graça,
– faz também de nós templo do Espírito Santo.

Durante uns segundos, em silêncio e/ou partilhando, cada um faz a sua oração de louvor/suplica.
 
G. Porque nos chamamos e somos filhos de Deus, rezemos:

R. Pai nosso…
 
G. Saudemos também a santa Mãe de Deus e nossa Mãe:

R. Ave Maria, cheia de graça…

Atividade

Neste momento (ou durante a semana), compor a ESTRELA escrevendo a palavra que nos guia: SANTIDADE (ou: GRAÇA, BELEZA, etc.).

Bênção

Se a oração se faz antes da refeição, pode terminar com esta Bênção

G. Bendito sejas, ó Pai que abençoaste o mundo com a Imaculada Conceição de Maria. Que esta refeição revigore as nossas forças e nos permita saborear desde já os frutos da justiça e a alegria da salvação, por Cristo, nosso Senhor.

R. Ámen.

Todos fazem o sinal da cruz, enquanto o/a Guia diz:

G. Em nome do Pai…

Se a oração se faz noutros momentos, pode terminar com esta Bênção, dita pelo(a) Guia, enquanto todos se benzem fazendo o sinal da cruz:

G. Nosso Senhor Jesus Cristo, Filho de Deus e da Virgem Imaculada, esteja sempre presente na nossa casa, nos defenda de todo o mal e nos conduza à felicidade no seu Reino.

R. Ámen.

Louvavelmente, os pais abençoarão os filhos impondo a mão direita sobre as suas cabeças ou com outro gesto, segundo o costume. Os filhos, agradecidos, poderão beijar a mão do progenitor que os abençoa.

Por: Padre Francisco Andrade
Pároco de Leça da Palmeira


RELACIONADOS:

Partilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue