Nacional

EAD em Portugal passa por momento de grande crescimento

ensino à distância

De acordo com especialistas do mundo todo, o crescimento do ensino à distância é uma tendência irreversível. O ICEF, um instituto norte-americano, apontou que as novas tecnologias e possibilidades digitais oferecem uma gama de opções que tornam estudar em casa algo mais prático, proveitoso e prazeroso do que em uma escola.

O estudo do ICEF apontou que Austrália, Estados Unidos, Coreia do Sul, Índia e Brasil são os países com maior crescimento no ensino à distância. O caso brasileiro merece um destaque especial: mesmo antes da pandemia de COVID-19, que acelerou a migração de alunos de cursos presenciais para online, o país já apresentava um aumento de 378,9% em uma década em matrículas de ensino superior por EAD.

Portugal, assim como boa parte da Europa, ainda não acompanha o mesmo ritmo dos países asiáticos e americanos, mas já vê o ensino à distância ter destaque considerável. O momento também é de crescimento.

Um dos motivos para o EAD não ter crescido em Portugal de maneira tão rápida quanto no Brasil ou nos Estados Unidos é bastante positivo: a regulamentação. Em 2015, a norma NP 4545 surgiu para avaliar a qualidade dos cursos à distância oferecidos em terras portuguesas. Quatro anos depois, o decreto-lei número 133 aprovou um regime jurídico para tais cursos, criando um regulamento mais complexo.

Matérias que exigem exercício presencial constante, como estudos de laboratório ou de clínica, são menos comuns em Portugal devido às regulamentações. No Brasil, por sua vez, várias profissões já são ensinadas em plataformas de cursos online mesmo que seja necessário ter conhecimento prático.

Representantes da plataforma de ensino à distância Meta Lecture enfatizam que mecânicos e eletricistas têm aprendido muito no Brasil com as aulas online, enquanto em Portugal o foco maior é em questões como programação, marketing digital e línguas – até mesmo o aprendizado do português brasileiro se destaca entre os portugueses, uma vez que eles podem usar o conhecimento para tarefas como a redação de artigos para blogs.

Em tais áreas com maior possibilidade de aprendizado online, o crescimento de matrículas para ensino à distância em Portugal é bastante claro nos últimos dois anos. E isso acontece não apenas nos níveis técnicos e profissionalizantes, mas também no ensino superior: A Universidade Aberta de Portugal é referência em toda a Europa por suas tecnologias e pela sua metodologia.

O ensino à distância está diretamente relacionado com o empreendedorismo, visto como fundamental no mundo atual. Ele dá as ferramentas técnicas e profissionais para que as pessoas tenham ideias e competência em suas áreas, alcançando o sucesso em seus empreendimentos. Em Matosinhos, os premiados em um concurso de jovens empreendedores receberão bonificação de 1000 euros.

A pandemia de COVID-19 apenas acelerou um crescimento que já era esperado em todo o mundo. Com as tecnologias cada vez mais poderosas, sobretudo nas conexões com a internet e na possibilidade de exibir vídeos ao vivo, as gamas de matérias se multiplicam. Todos podem aprender assuntos e profissões múltiplos, mesmo que não exista nenhuma escola especializada onde moram.


Partilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •