Conforama quer ter até 12 lojas em portugal nos próximos quatro anos

Conforama

Partilhe:

Translate

O diretor-geral da Conforama Internacional, Tonino Pereira, disse esta terça-feira que a empresa tem a ambição de ter até 12 lojas em Portugal até 2019, o que significa abrir um máximo de 5 espaços.

Em declarações aos jornalistas à margem da abertura da nova loja em Matosinhos, Tonino Pereira explicou que, com a inauguração prevista do estabelecimento de Setúbal e com a de Rio de Mouro marcada para outubro, ficam com um total de 8 em Portugal, pretendendo ainda ter mais uma no Algarve, além da atual em Albufeira.

“Aproveitámos a queda da Moviflor, é verdade, porque neste últimos meses a Moviflor desapareceu do mercado. Validámos o projeto de Matosinhos há alguns meses e depois aproveitámos também a aquisição de duas lojas da Moviflor, uma em Setúbal [e outra em] Rio de Mouro, que era a maior da Moviflor em Lisboa”, explicou o antigo responsável daquela empresa para Portugal e Espanha.

Sobre os montantes dos investimentos, Tonino Pereira disse não poder precisar devido ao facto de o grupo detentor da marca, o sul-africano Steinhoff, estar cotado em bolsa naquele país, mas adiantou que investiram na ordem dos “dois dígitos de milhões de euros em Espanha e Portugal” desde 2009 e o plano atual até 2019 é uma “continuação”.

Sobre o número de trabalhadores, o responsável da empresa disse que a nova loja de Matosinhos conta com 60 pessoas e que a de Setúbal vai ter 50 funcionários, num total de cerca de 400 em Portugal e 1.800 na Península Ibérica.

“O que queremos é fazer da marca Conforama o segundo ator do mercado dos móveis. (…) Não queremos deixar os clientes portugueses com a oferta da Ikea, queremos chegar aqui a Portugal com uma oferta diferente”, declarou.


Partilhe:

Comentar