Cooltra investe 20 milhões em scooters desenvolvidas em Matosinhos – CEiiA

Scooter da CEiiA

Partilhe:

Translate


A maior rede europeia de aluguer de scooters vai arrancar, em março, com os veículos desenvolvidos pelo Ceiia, em Matosinhos.

A maior rede europeia de aluguer de scooters, a espanhola Cooltra, está a investir 20 milhões de euros para arrancar, em março, com as scooters elétricas desenvolvidas em parceria com o Centro de Excelência para a Inovação da Indústria Automóvel (CEiiA), de Matosinhos.

Barcelona será a primeira cidade a utilizar 250 scooters elétricas, num investimento de 1,5 milhões de euros que será ampliado, futuramente, a 500 veículos. Ao todo, nos próximos três anos, 20 milhões de euros serão investidos pela empresa no serviço desenvolvido em parceria com o CEiiA e que será alargado, ainda este ano, a Paris, Milão e Madrid.

A empresa estará, ainda, a avaliar a possibilidade de expandir a frota elétrica em Portugal, nomeadamente em Lisboa, onde já opera na partilha de motociclos através de parcerias com empresas locais (bem como em Cascais, no Porto e no Funchal).

[h2]CEiiA desenvolveu, ainda, a app e o portal web [/h2]

O eCooltra Motosharing assenta na tecnologia desenvolvida pelo CEiiA, que é responsável pela instalação do dispositivo eletrónico instalado nas scooters e que comunica com o mobi.me, o sistema que gere a mobilidade. O centro português desenvolveu, ainda, a app e o portal web que permite ao utilizador encontrar as scooters estacionadas pelas cidades, fazer as reservas, dar o arranque e desligar os veículos, abrir o compartimento onde está o capacete, fazer o pagamento e terminar a operação.

“Uma das principais vantagens da app é a de não existirem pontos fixos de recolha e entrega, o que permite alugar qualquer scooter disponível dentro de uma área geográfica predefinida, realizar a viagem, e deixar a scooter no local mais conveniente dentro da zona autorizada”, adianta fonte do CEiiA. Essa gestão da frota em tempo real permite ainda, por exemplo, alterar as referidas zonas autorizadas “de forma dinâmica pela Cooltra de acordo com os critérios por si definidos (por exemplo, evitando atos de vandalismo durante eventos como manifestações)”. Permite, também, saber o estado das baterias com menor carga, de forma a gerir os carregamentos ou trocá-las.

Segundo a previsão da empresa, o novo serviço eCooltra deverá faturar, este ano, só em Barcelona, 1,5 milhões de euros. Gerindo uma frota própria e de parceiros de mais de 4.500 motos e scooters, a Cooltra está presente em mais de 50 cidades de Espanha, França, Croácia, Itália, Grécia e Brasil, com cerca de 100 trabalhadores em quinze lojas próprias. Para os restantes cem pontos de aluguer, o Cooltra funciona como portal de reservas, à semelhança do Booking. Em 2015, faturou mais de 7 milhões de euros.

In DinheiroVivo


Partilhe:

1 comentário

  • Bom dia por aqui no Brasil são oito horas e cinquenta minutos por aí devem de set onze horas e cinquenta minutos está na hora do almoço aqui o café da manhã. Estou contente que as nossas freguesias se ajuntaram-se e fica numa só porque antigamente Freguesia e concelhos e distritos só tenho pena desse país dos grandes descobridores ser vendido á senhora Bruxelas e C.E. porque se faz se paga tudo a eles o diabo do Salazar guardou tanto que ninguém sabe o que fez com as coisas das colônias e ainda sobrou para mim e nada fiquei só o que trouxe foi uma senhora mulata filha de escritor José Figueira de Santo Ildefonso no Porto mas viviam em Lisboa. E um dessas famílias foi para Angola escrever os livros que me lembro Princesa Negra África Bato e outros. Abraço e bom fim de semana.

Comentar