Noticias

Detidos dois suspeitos de violência doméstica em Gaia e Matosinhos

Viatura da GNR

A GNR deteve um homem e uma mulher suspeitos de agredirem os seus companheiros, em Matosinhos e Vila Nova de Gaia. Ambos ficaram sujeitos a termo de identidade e residência e afastamento das vítimas.


O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) do Porto, nos dias 26 e 27 de agosto, deteve um homem e uma mulher, de 23 e 50 anos, por violência doméstica, nos concelhos de Matosinhos e Vila Nova de Gaia.

No âmbito de uma investigação por violência doméstica no concelho de Matosinhos, os militares da Guarda apuraram que o suspeito, de 23 anos, toxicodependente e com antecedentes criminais por condução de veículo sem habilitação legal, dirigiu à vítima, sua ex-companheira de 30 anos, injúrias, ameaças de morte, bem como, agressões físicas durante o relacionamento de dois anos que manteve com esta. Após a separação, a vítima começou a ser perseguida persistentemente, junto da sua residência, pelo suspeito que a ameaçou de morte, exibindo-lhe armas de fogo, o que originou um mandado de detenção.

No segundo caso, uma mulher de 50 anos, foi detida por agressões ao seu companheiro, de 33 anos, com quem mantém um relacionamento há cerca de dois anos. A suspeita terá dirigido à vítima, injúrias e ameaças de morte, chegando mesmo a desferir um golpe com uma faca de cozinha no companheiro, atingindo-o numa perna, o qual teve necessidade de receber tratamento hospitalar. A vítima vivia num clima de medo, pois já antes tinha sido alvo de um episodio idêntico que não denunciou, pelo que foi emitido um mandado que culminou na detenção da suspeita.

Os detidos foram presentes a primeiro interrogatório judicial, nos dias 26 e 27 de agosto, ao Tribunal de Instrução Criminal de Matosinhos e do Porto, respetivamente, onde lhes foram aplicadas as medidas de coação de termo de identidade e residência, afastamento da residência das vítimas, proibição de as contactar por qualquer meio e proibição de se aproximarem dos locais habitualmente frequentados por estas.

Fonte: GNR

Partilhe:
  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    27
    Shares
  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue

Leave a Reply