Doce Inverno (Festa do Chocolate de Matosinhos)

Festa do Chocolate de Matosinhos

Partilhe:

Translate


Joaquim MonteiroMatosinhos vai ter a Festa do Chocolate até ao dia 19 de fevereiro.

Pode parecer um bocado descabido que uma pessoa que pratica desporto faça a promoção da festa do chocolate. Mas é a vida. Não resisto.

O inverno é por definição uma época em que os apreciadores da «boa mesa» tiram «a barriga de misérias». Pelo menos comigo é assim. Não sei se é por causa do frio, da chuva, do vento, ou de tudo ao mesmo tempo, mas no inverno apetece-me comer muito mais.

É a altura das feiras do fumeiro, dos fins de semana do cozido à portuguesa, das tripas à moda do Porto, das orelheiras, das feijoadas, dos enchidos, enfim, de tudo o que faz mal e engorda. Mas sabe divinamente!

Acresce que o frio, a chuva e o vento convidam ao sedentarismo, ao sofá, ou seja, à engorda. Diminuem-se os tamanhos e a frequência dos treinos. Basta passar na marginal de Leça e verificar que o número de corredores ou andantes é muito inferior ao normal.

E agora vem a festa do chocolate!

Festa do Chocolate em Matosinhos

Até ao dia 19 de fevereiro, o que significa que apanha o dia dos namorados, vamos ter em frente ao edifício da Câmara Municipal de Matosinhos uma feira com vários standes onde poderemos degustar brigadeiros, bombons, tabletes, ou mesmo pizzas, crepes e outras doces surpresas.

Alguns poderão dizer que não se compara à Festa do Chocolate de Óbidos. É verdade. Mas também Matosinhos não tem que copiar Óbidos. Ir a Óbidos para nós, leceiros e matosinhenses, fica dispendioso. Além do gasóleo e das portagens ainda pagamos a entrada.

Em Matosinhos é gratuita a entrada e os standes ficam numa tenda coberta, abrigada do mau tempo, da chuva, do vento e do frio.

Tudo nos convida ao «pecado», ao «doce pecado».

E podemos pecar. Depois do inverno virá a primavera, tempo em que temos 3 meses para purgar os pecados do inverno, para aumentar o ritmo dos treinos, para recorrer ao ginásio, para aproveitar o sol e procurar diminuir alguns dos quilos acumulados durante a loucura do inverno.

Na primavera começamos a jogar com a balança, com as medidas da barriga, com o tamanho da roupa. Aproxima-se o verão e temos de caber dentro daqueles minúsculos biquínis ou calções de banho, o que nem sempre é fácil.

Mas até lá ainda temos o inverno, o doce inverno, com as suas tentações. Por que havemos de sofrer por antecipação! Vivamos um dia de cada vez e aproveitemos ao máximo esta feira do chocolate em Matosinhos.

Até à próxima semana.

Saudações leceiras

Joaquim Monteiro


Partilhe:

1 comentário

Comentar