Agenda

Feira Medieval – Os Hospitalários no Caminho de Santiago – 2019

Hospitalários - Feira Medieval

A peregrinação, a recriação histórica, a festa medieval

De 4 a 8 de Setembro de 2019 – Leça do Balio

[su_spacer]Horário:
Dia 4 – 17h às 24h
Dia 5 – 12h às 24h
Dia 6 – 12h à 1h
Dia 7 – 12h à 1h
Dia 8 – 12h às 22h

Preço dos bilhetes:
Diário 1 euro
Pulseira para todos os dias 3 euros

[su_spacer]Em Matosinhos, a ligação a Santiago, às rotas seculares das peregrinações religiosas é óbvia e muitos são os locais de abrigo e de proteção contra salteadores, lobos e intempéries. O Mosteiro de Bouças foi um deles, mas o Mosteiro de Leça do Balio é paradigmático no conjunto de locais de acolhimento e assistência aos romeiros que iam visitar o túmulo do Apóstolo em Compostela.[su_spacer]

O Mosteiro de Leça do Balio, magnifico monumento do gótico português, integra-se no vasto Património da Humanidade pelos itinerários dos Caminhos de Santiago percorridos por peregrinos de toda a Europa.
A Ordem dos Hospitalários, que neste mosteiro veio a fazer, no século XII, a sua casa mãe em Portugal, dedicava-se a esta caridosa assistência, a exemplo de outras ordens.[su_spacer]

Os Hospitalários no Caminho de Santiago
[su_spacer]

A Feira Medieval de Matosinhos “Os Hospitalários no Caminho de Santiago” passa, este ano, de quatro para cinco dias e disponibiliza aos visitantes uma aplicação informática com as informações do evento, adianta a câmara local.

Na sua 14.ª edição, a feira, que decorre de 04 a 08 de setembro, terá o seu “ponto alto” no último dia, com a recriação de um casamento polémico, o de D. Fernando com Dona Leonor Telles em 1372 e que deu origem à crise de 1383-1385.

A recriação deste matrimónio está, por isso, no centro da feira medieval que se celebra precisamente no local onde o casamento ocorreu, no mosteiro gótico românico de Leça do Balio, situado nas margens do rio Leça. Casamento Real

Os visitantes poderão ainda assistir à recriação da chegada dos peregrinos ao mosteiro, o seu acolhimento pela ordem do hospital e a cerimónia do lava pés.

A estas duas junta-se uma terceira relacionada com a procissão dos Freires Cavaleiros das várias Ordens de S.João de Jerusalém.

Além destas recriações, a feira medieval vai recuar no tempo com cavaleiros, saltimbancos, encantadores de serpentes ou guerreiros travando combates de capa e espada espalhados pelo recinto.

As pessoas terão ainda a oportunidade de ver artesãos a trabalhar ao vivo, provar doçaria conventual preparada segundo as receitas medievais, assistir a cerimónias de ordenação de cavaleiros, observar peregrinos a serem recebidos pelos monges hospitalários e participar em espetáculos de demonstrações de falcoaria ou torneios a cavalo.

Feira Medieval - Os Hospitalários no Caminho de Santiago

Sendo um evento para miúdos e graúdos, os mais novos terão a oportunidade de participar em oficinas para os transformar em monarcas, em teatros de marionetas ou jogos infantis.

Para eles vai ser editada uma publicação sobre a história do mosteiro “O Balio Pimentel e a Luz do Mosteiro”, da autoria do historiador Joel Cleto com ilustrações de Luís Moreira.

Do programa constam ainda momentos de música, dança, visitas guiadas ao património, torneios a cavalo, treinos de armas e de aves.

Os Hospitalários no Caminho de Santiago

Organizada pela câmara, a feira medieval visa promover os Caminhos de Santiago no concelho, bem como divulgar o Mosteiro de Leça do Balio, um dos monumentos “mais emblemáticos” do Norte de Portugal e sede da Ordem dos

Cavaleiros de S. João de Jerusalém do Hospital, conhecidos como hospitalários.

Os Caminhos de Santiago são hoje, como no passado, e para lá da sua vocação religiosa, veículos privilegiados de difusão e enriquecimento cultural, artístico e recreativo, entende a autarquia.

Consulte aqui o Programa Completo (PDF) [su_spacer]Mosteiro Leça da Balio[su_spacer]

Sending
User Review
0 (0 votes)

1 comentário

  • Eu só queria saber quais são os eventos para a inauguração do certame que acho irá ser muito ilucidativo, social e culturalmente. Já tentei ontem, na junta de freguesia de leça do balio e não tinham nenhum programa nem sabiam onde havia de me dirigir. Assim afradeço que me envbiem para o meu endereço de e-mail que vou incerir em baixo. Obrigado.

Comentar