Agenda

Festas do Senhor de Matosinhos 2020 (Programa Online)

Programa Festas do Senhor de Matosinhos 2020

De 30 de maio a 2 de junho, acompanhe nas redes sociais e na televisão as Festas do Senhor de Matosinhos 2020

“Concerto de bolso” com David Carreira, procissão do Senhor de Matosinhos, Eucaristia com o Bispo do Porto, sessão especial virtual do tradicional fogo de artifício são alguns dos eventos do programa.


Pela primeira vez em quase 700 anos, as Festas do Senhor de Matosinhos apresentam um novo formato, devido à pandemia por Covid-19. Habitualmente, recorde-se, cerca de um milhão de pessoas visitava Matosinhos nesta altura do ano.

A pensar nos milhões de devotos ao Bom Jesus de Matosinhos, espalhados por todo o mundo, a Câmara Municipal de Matosinhos, a ANCIMA- Associação para a Animação da Cidade de Matosinhos e a Paróquia de Matosinhos uniram-se para preparar um programa mais curto e adequado às atuais circunstâncias de confinamento social por motivos de saúde pública, assegurando a transmissão de vários momentos quer nas redes sociais quer na televisão.

Fogo de artificio

30 de maio: “Concerto de Bolso” com David Carreira

Naquele que seria o fim de semana principal da romaria, destaque para o “Concerto de Bolso” com David Carreira, no dia 30 de maio, pelas 22h30. O artista apresentará em exclusivo para o Senhor de Matosinhos uma gravação com alguns dos seus temas de sucesso, com transmissão na página de Facebook da autarquia. Para 2021, fica agendado o regresso ao palco das Festas da Cidade.

30 de maio: Espetáculo de fogo de artifício

Ainda na noite de sábado, pela meia-noite, será exibido na mesma plataforma um apontamento daquele que seria o espetáculo de fogo de artifício produzido por Macedos Pirotecnia para este ano.

Senhor de Matosinhos

31 de maio: Procissão Senhor de Matosinhos

No domingo, dia 31 de maio, a imagem do Senhor de Matosinhos sairá à rua, pelas 16h00. Acompanhada pela Banda de Música de Matosinhos-Leça, a procissão terá um ritmo mais acelerado do que o habitual para prevenir a concentração de pessoas e percorrerá várias artérias do centro da cidade.

Para que não saia de casa, poderá acompanhar a procissão em direto no Porto Canal.

“Apelamos a quem vive nessas ruas que venha à janela, que estenda uma colcha ou uma manta, e que partilhe, através das redes sociais, este momento simbólico com os seus familiares e amigos. Nesta altura, devemos estar unidos e solidários com quem está confinado. Tenho a certeza de que, ao partilharmos todos, o Senhor de Matosinhos chegará ao mundo inteiro”, defende a Presidente da Autarquia, Luísa Salgueiro.

Altar-Mor Igreja Bom Jesus de Matosinhos

02 de junho: Eucaristia Solene do Bom Jesus de Matosinhos

No feriado municipal, dia 2 de junho, destaque para a transmissão em direto no Porto Canal da Eucaristia Solene do Bom Jesus de Matosinhos, a partir das 11h00, com a presença de Sua Exa. Reverendíssima, o Bispo do Porto.

30 de maio a 2 de junho: Participe na Romaria a partir de casa

Mesmo em formato web, as Festas da Cidade continuam a envolver a comunidade. Assim, uma das novidades é o lançamento da iniciativa “A Nossa Festa Tem L_U_G_A_R – LOIÇA. UNIÃO. GASTRONOMIA. ANIMAÇÃO. RELIGIÃO”. Entre 30 de maio e 2 de junho, será lançado um conjunto de cinco desafios para que todos participem na romaria a partir de casa.

Desenhar à janela espirais de luz utilizando lanternas ao ritmo do Bolero de Ravel, para dar mais colorido à noite de sábado, 30 de maio, é um convite que fazemos a toda a comunidade. Junte a sua espiral de luz às nossas para o colorido ser ainda maior.

Aprender a receita para fazer farturas, participar num quiz com vários sons de pregões para acertar na figura da cascata correspondente, moldar em massa farinha e levar a cozer ao forno sardinhas para ficar com um objeto decorativo típico desta época ou descobrir qual o braço que falta à imagem do Senhor de Matosinhos em jeito de quebra-cabeças são, para além das espirais de luz, os desafios que serão lançados à comunidade.

Destaque também para a transmissão de vídeos a 360º de vários locais associados à História e Património do Senhor de Matosinhos, como a Igreja do Bom Jesus ou a Feira da Louça, narrados pelo historiador Joel Cleto.

“O Senhor de Matosinhos vai continuar a ser a maior romaria do país. Este ano, terá apenas um formato diferente. Não haverá farturas, pão com chouriço, carrocéis ou barraquinhas, mas a devoção mantém-se. Vamos partilhar nas redes sociais os principais momentos da nossa festa. Vamos recordar o fogo-de-artifício, o fogo dos bonecos – uma tradição pirotécnica única no país, a nossa feira da louça, os altares floridos da Igreja do Bom Jesus. Não esquecemos a nossa ligação à cidade brasileira de Congonhas com quem estamos geminados e com quem partilhamos a devoção ao Senhor de Matosinhos. Queremos que os nossos visitantes sintam que estamos juntos para que no próximo ano regressem em força e ajudem os nossos feirantes, o nosso comércio e a nossa restauração a ultrapassar este ano difícil”, afirma o Presidente da ANCIMA e Vice-presidente da Autarquia, Fernando Rocha.


Cristo Crucificado

A devoção ao Senhor de Matosinhos

Reza a lenda que a escultura de Cristo da autoria de Nicodemos deu à costa de Matosinhos no domingo de Pentecostes, no dia 3 de maio do ano 124, mais concretamente na praia do Espinheiro onde hoje existe o Monumento do Senhor do Padrão.

Terá sido Nicodemos, com a ajuda de José de Arimateia, a retirar Cristo da cruz e a depositar o seu corpo no sepulcro.
Das várias esculturas de Cristo que fez, Nicodemos terá lançado as imagens no mar Mediterrâneo, em virtude da perseguição aos cristãos. Algumas perderam-se, outras foram encontradas em vários destinos.

No caso de Matosinhos, a imagem surgiu na praia sem um braço. Depois de muitas e infrutíferas tentativas de se esculpir um braço que encaixasse na perfeição na imagem, 50 anos volvidos, eis que surge o membro que faltava. Corria o ano 174, deambulando pela praia, uma pobre mulher recolhe lenha para a lareira. Em casa, um grande pedaço de madeira teimava em, milagrosamente, saltar do fogo sempre que para ele era lançado. Uma jovem surda‐muda de nascença alerta a mãe para o facto de o pedaço de lenha ser o braço que faltava na imagem de Cristo. E assim começou a devoção ao Senhor de Matosinhos.

Vídeo – Lenda do Senhor de Matosinhos

  •  
    761
    Shares
  • 760
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  

3 Comentários

  • Não acho bem.
    Mesmo nada.
    Quer dizer, se a câmara andar a nadar em dinheiro, tudo bem..
    Eu se não tiver dinheiro ninguém me fia, se não pagar a conta da electricidade fico sem luz em casa.
    Já tudo o que envolve o estado e sector público funciona da maneira diferente…..
    Manda vir, que o povo que trabalha e paga impostos, depois pagam a factura……

  • Parabéns, pela ideia da celebração do Sr. Bom Jesus de Matosinhos, em tempo de confinamento, na verdade a cidade merece que o país não esqueça uma das mais antigas romarias , será uma forma diferente de comemorar e rogar por proteção. Bem hajam, as minhas saudações.

  • MEUS PARABENS a quem se lembrou deste programa!
    Adorei a ideia! Manter viva a tradição e a fé dos crentes (embora eu não o seja), é um enorme conforto espiritual para quem dele está aprecisar nestes tempos difíceis! Nem imaginam a alegria que me deram!
    Para o ano já festejaremos presencialmente e a alegria ainda será maior!
    Um abraço muito grande a todos os elementos da CMM que tem estado a dar o seu melhor para a comunidade!

Leave a Reply