Festival Harmos regressa a Matosinhos, de 9 a 12 de março

Festival Harmos

Partilhe:

Translate


O festival Harmos, que junta anualmente os melhores alunos das mais conceituadas escolas superiores de música do mundo, volta este ano a Matosinhos. Entre os dias 9 e 12 de março, o salão nobre dos paços do concelho receberá quatro concertos de um certame que decorre simultaneamente também na Casa da Música do Porto e em espaços das cidades de Barcelos, Lousada, Santa Maria da Feira e Braga.

Este ano totalmente dedicado à música de câmara, o festival organizado pela Escola Superior de Música, Artes e Espetáculo (ESMAE) do Politécnico do Porto traz a Matosinhos, no dia 9, o Ensemble de Clarinete e Piano da ESMAE, que interpretará obras de Gustavino, Jean Françaix, Charles Marie Widor, Claude Debussy e Joannes Brahms. No dia seguinte, a música chega do Conservatório Real de Bruxelas: o grupo Tmesis (flauta, clarinete, violino, violoncelo e piano) trará obras de Debussy, Robert Schumann, B. Martinů e Arnold Schönberg.

[h2]Festival Harmos será ainda palco de master classes[/h2]

No dia 11, sexta-feira, o salão nobre da Câmara Municipal de Matosinhos receberá o quinteto Fin de Siècle da Hochschule für Musik und Theatre Leipzig (Alemanha), que interpretará obras de Maurice Ravel, Zoltan Kodály e Josef Suk. No sábado, dia 12, o duo formado for Konrad Levicki (violino) e Lauryna Lankutyte, da Academia Lituana de Música e Teatro, tocará sonatas de Ludwig van Beethoven, Stasys Vainiūnas e Francis Poulenc.

Já reconhecido como um festival de referência nacional e internacionalmente, o Harmos será ainda palco de master classes, conferências e projetos de envolvimento comunitário,constituindo um motor cultural em todos os contextos em que marca presença.


Partilhe:

Comentar