Desporto

O rei das subidas, subiu ao céu. Morreu Vítor Oliveira

Vitor Oliveira

Futebol português está de luto. Morreu Vítor Oliveira. O Técnico matosinhense especializou-se em subir equipas ao principal escalão do futebol português.


O experiente treinador, de 67 anos, faleceu este sábado de manhã enquanto passeava em Angeiras, perto do local de residência, onde normalmente fazia as suas caminhadas.

O técnico, que esta época cumpria um ano sabático, depois de ter orientado o Gil Vicente na última época, sentiu-se mal durante o percurso e faleceu no próprio local, gerando um grande aparato à volta daquela zona.

Vítor Oliveira teve um longo percurso no futebol português e ganhou o cognome de “Rei das Subidas”, depois de ter garantido 11 promoções ao segundo escalão. Depois de Maradona e Reinaldo Teles, o futebol português fica mais pobre com a “subida” de Vítor Pereira. 2020 está a tornar-se no “annus horribilis” do futebol…

Numa nota publicada na rede social Facebook, a câmara de Matosinhos refere que “vai decretar luto municipal, lamentando a perda de um dos maiores nomes do desporto nacional”.

Fonte da câmara de Matosinhos, contactada pela agência Lusa, apontou que serão dois os dias decretados.

Vitor Oliveira – O Cabeçudo de Matosinhos

Vítor Oliveira

Nascido em Matosinhos a 17 de novembro de 1953, Vítor Oliveira foi futebolista, entre outros clubes, do Leixões SC, em cuja equipa principal se estreou num jogo contra o SL Benfica, em 1972. Aos 31 anos iniciou a carreira de treinador no Portimonense SC, iniciando um percurso marcado por recorde de subidas de divisão. Sob o seu comando, onze equipas passaram para o escalão principal do futebol português: Paços de Ferreira, Académica de Coimbra, União de Leiria, Os Belenenses, Leixões, Arouca, Moreirense, União da Madeira, Desportivo de Chaves e Portimonense.

No seu longo historial coleciona onze subidas de divisão: Paços 1991 (campeão), Académica 1997, U. Leiria 1998 (campeão), Belenenses 1999, Leixões 2007 (campeão), Arouca 2013, Moreirense 2014, U. Madeira 2015, Chaves 2016, Portimonense 2017 e Paços de Ferreira 2019. Curiosamente, o Paços de Ferreira foi o primeiro e o último clube a subir à Primeira Divisão pela mão do treinador Vítor Oliveira.


Partilhe:
  • 2.1K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2.1K
    Shares
  • 2.1K
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue