Noticias

Startup portuguesa que cria humanos digitais recebe investimento externo

Didimo - Avatar digitais

A região do Porto é uma referência quando o tema é tecnologia. Além de ser a morada de diferentes empresas do setor, como é caso da Farfetch e da Revolut, a área metropolitana também conta com algumas iniciativas promissoras. Entre elas está a startup portuguesa Didimo, que já recebeu um investimento total de 7,2 milhões de euros. A empresa é incubada no polo de Leça da Palmeira do Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto (UPTEC).

Criada em 2016 pela professora Verónica Orvalho, a Didimo tem como produto principal um software inovador na criação de avatares digitais. Em apenas 20 segundos, é possível criar uma pessoa completamente virtual. Além disso, com o uso de uma simples selfie, é concebível criar uma versão digital de qualquer pessoa que conhece. O software avançado e uma grande fidelidade no desenvolvimento do avatar fazem com que a plataforma tenha conseguido chamar atenção de grandes empresas, como a Amazon e a Sony.

Recentemente, a empresa virou notícia por ter conseguido mais uma rodada de investimento externo. Alguns jornais afirmam que a Didimo recebeu um milhão de euros em investimento entre Agosto e Setembro. Empresas como a Armilar Ventures Partners, a Bright Pixel, a 200M e a PME Investimentos foram responsáveis por esse novo fundo. No total, a startup de Leça da Palmeira já conseguiu um financiamento de 7,2 milhões de euros e possui expectativa para continuar a crescer.

O sucesso do empreendimento de Verónica Orvalho é fruto de um Porto que investe cada vez mais em tecnologia. Além de diferentes programas de incentivo, como o Porto for talent, a região do Norte está a receber diferentes congressos e eventos deste campo. No início de 2020, o Instituto de Ciência e Inovação em Engenharia Mecânica e Engenharia Industrial recebeu o evento Dinâmicas para a Inovação. Diferentes palestrantes discutiram sobre o futuro das tecnologias de produção e indústrias de produto.

Avatares no e-commerce

Os avatares podem ser uma ferramenta de ajuda para diversos tipos de plataformas. A própria Verónica Orvalho já afirmou que tem como objectivo usar o software para a área de educação, onde os humanos digitais seriam a principal ferramenta do projecto. No entanto, a forma de utilizá-los não foi completamente explicada. Porém, o software da Didimo pode ser utilizado como já acontecem em alguns e-commerces.

No Brasil, por exemplo, a loja Magazine Luiza utiliza um avatar de uma mulher chamada Magalu para interagir com os usuários. É uma forma de humanizar o contacto entre o cliente e a loja, neste caso. A ideia da Verónica Orvalho pode ser de aplicar essa interacção em um ambiente de conteúdo educacional. É uma ideia que vale a pena ficar de olho, principalmente com o potencial dessa startup portuguesa. 

Os jogos digitais

Para entender o motivo do sucesso da Didimo no mundo das novas tecnologias, é preciso perceber algumas das áreas que a startup acaba por trabalhar. A ideia de um avatar digital, que ficou mais popular com o filme Avatar do realizador James Cameron, é algo essencial para o mundo online. Um software que consegue criar humanos digitais acaba por ser útil em diferentes plataformas, principalmente no entretenimento digital.

É impossível pensar em avatar digital e não associar com os jogos digitais, até porque esse é um dos campos que a Didimo possui maior investimento e perspectiva para o futuro. Quase todos os games para smartphone, por exemplo, precisam de uma tecnologia capaz de criar humanos digitais. Jogos como The Sims FreePlay e Avakin Life, que aparecem na lista de mais populares da IGN Portugal, se utilizam de avatares para identificar o jogador. Os jogos de aposta para dispositivos móveis também entram nessa análise. As plataformas mais populares de casino online móvel, como aparece no portal da Casinos.pt, possuem jogos desenhados para versão móvel com diferentes temáticas. Se não conhece ou nunca apostou online utilize o Bet.pt Código Promocional Setembro, um código com o qual poderá apostar em qualquer desporto à sua escolha. Os avatares em máquinas de slot, por exemplo, são uma das ferramentas para obter diferentes temas personalizáveis. Isso também acontece em jogos de sucesso para consolas, como mostra a Eurogamer, que cita os humanos criados digitalmente em The Elder Scrolls V: Skyrim como principal destaque do game.

A Didimo é apenas um caso de sucesso no Porto e, principalmente, em Leça da Palmeira. É o resultado de um investimento que a região tem feito para crescer no universo de tecnologia. Se Lisboa conta com iniciativas como o Web Summit, o Norte tem mostrado que não vai ficar para trás e que vai continuar a abrir espaço para pessoas e empresas que conseguem milhões de euros em investimentos estrangeiros.

Partilhe:
  • 26
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    26
    Shares
  • 26
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •