Desporto

Subida Liga 3: Leça FC recorre para o Tribunal Arbitral do Desporto

Treinador Domingos Barros

Sobre a recente decisão da Federação Portuguesa de Futebol de indeferir o licenciamento do Leça FC para disputar a Liga 3 na próxima época desportiva, a Direcção do Leça FC acaba de publicar uma nota informativa, na qual faz saber:

“Dado tratar-se de uma injusta e lamentável decisão, cujos fundamentos não podemos, de todo, aceitar, comunica-se que o Leça FC vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto, com pedido de decretamento de providência cautelar.

O Leça FC ganhou o processo intentado pelo ex-Presidente Manuel Rodrigues.

É importante referir que esse ex-Presidente foi, mais uma vez, condenado como litigante de má-fé pelo facto de ter intentado essa acção sem o mínimo fundamento legal”.

A notícia da improvável subida, no início desta semana, caiu que nem uma bomba no seio da comunidade leceira que se mostrou incrédula com esta nova realidade. Falhado (por pouco) o sonho de chegar à II Liga, a garantia de um lugar na Liga 3 na próxima temporada, era, no mínimo, o prémio de “consolação” para uma equipa que deu tudo, num campeonato atípico e repleto de dificuldades.

Esperemos que, para bem do clube, da cidade e do desporto, o Tribunal Arbitral venha a dar razão ao Leça FC e que este, na próxima época, possa estrear a Liga 3, porque esse é o seu lugar por mérito próprio e com provas realizadas dentro das quatro linhas.

Domingos Barros, que há cinco épocas orienta a equipa da sua terra Natal, já informou o grupo que está de saída.

Plantel Leça FC 2020/21

Partilhe:
  • 159
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    159
    Shares
  • 159
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue

1 comentário