Grande Porto

Caras conhecidas da cidade do Porto abraçam projeto de recolha de resíduos orgânicos

O Cascas - Orgânico – Agora está na sua mão

Caras bem conhecidas da cidade abraçaram o projeto do município do “Porto, “Orgânico – Agora está na sua mão” e irão ser divulgadas no decorrer do projeto, através das suas redes sociais.


Os técnicos de sensibilização já estão no terreno e este projeto tem como objetivo alargar a recolha seletiva de resíduos orgânicos a 60% da população da cidade, prevendo a recolha de 7 mil toneladas/ano. Implementada em zonas residenciais de elevada densidade populacional (prédios), serão instalados mais de 500 contentores de proximidade, com controlo de acesso e abertura por cartão eletrónico de identificação, juntamente com a distribuição de mais de 60 mil contentores de 7 litros para a separação de resíduos orgânicos.

Os resíduos recolhidos são encaminhados para valorização, transformando-se num composto orgânico (Nutrimais) que serve de fertilizante natural para vários fins, com destaque para a agricultura biológica.

A Porto Ambiente assegurou o financiamento para implementação deste projeto através de duas candidaturas no âmbito do Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (PO SEUR) e de uma outra com o projeto “CityLoops”, um financiamento do H2020.

O Cascas

Paralelamente está a ser lançada uma campanha de comunicação com aposta em diferentes canais de comunicação online e offline. Pela cidade podemos ver mupis e ações de rua pontuais cuja estrela é a mascote do projeto, “O Cascas”. Em supermercados parceiros podem encontrar-se os stands de informação presencial que funcionam como veículos comunicacionais itinerantes. No que diz respeito à componente online, a divulgação é feita através das redes sociais dos embaixadores e do microsite do projeto, que entre outros conteúdos agregará vídeos e jogos para miúdos e graúdos.

No terreno há duas semanas, o projeto alcançou até então resultados muito promissores, com a participação voluntária de mais de 90% dos munícipes residentes nas zonas abrangidas, num total de 4500 aderentes. Isto reflete-se também nas quantidades recolhidas de resíduos orgânicos, totalizando neste momento cerca de 2 tonelada/dia.

A expansão da recolha seletiva de resíduos orgânicos é uma das principais prioridades do município do Porto no que diz respeito à gestão de resíduos urbanos, contribuindo para o aumento da sustentabilidade do sistema dando passos firmes rumo a uma cidade mais sustentável e ambiciosa no combate às alterações climáticas.


Partilhe:
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
    1
    Share
  •  
  •  
  •  
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue