Noticias

Estudo confirma retirada de pórticos na A4 para descongestionar VCI

A41

O estudo sobre a VCI, que traça diretrizes para descongestionar o trânsito na cidade do Porto, concluiu que a retirada de pórticos na A4 é o mais eficaz para o efeito.


Um estudo sobre a VCI, realizado pelos municípios do Porto, Matosinhos, Maia e pelas Infraestruturas de Portugal, traça diretrizes para tirar dois mil camiões por dia da VCI e descongestionar o trânsito na cidade do Porto.

O estudo concluiu que o primeiro cenário, que prevê a retirada dos pórticos existentes na A4, com o custo de 0,20 e 0,25 cêntimos cada um, é a solução mais eficaz para melhorar a situação na Via de Cintura Interna (VCI), segundo noticiou o Porto Canal.

A expectativa é que os pesados que seguem para o Porto de Leixões e para o Aeroporto Francisco Sá Carneiro escolham a A4 para viajar, em vez da ligação Nascente/Poente através da VCI.

Este cenário é, segundo a Maia, o melhor para a diminuição do trânsito na VCI. Já o Porto e Matosinhos discordam e apontam um outro cenário como a melhor solução.

O segundo cenário assenta na redução da última portagem existente na A28, que passa de 0,90 para 0,70 cêntimos, sendo criadas duas novas portagens, uma na A28, depois do aeroporto e antes da A41, com um custo de 0,20 cêntimos, e outra na A3, de 0,45 cêntimos, onde a autoestrada se cruza com a A4.

O objetivo deste último cenário é evitar VCI, descendo a A28 no sentido Norte/Sul e a A41 seguindo pela VRI até à A4, e depois escolher seguir para Sul pela ponte de Arrábida ou pela do Freixo.

Assim, o troço da VCI entre o nó de francos e o nó da A3 servirá essencialmente para quem se quer movimentar dentro da cidade, diminuindo também a quantidade de acidentes.

Os três municípios que encomendaram o estudo divergem de opiniões. A Maia apoia o cenário 1, considerando que o segundo cenário prejudica a ligação de Ermesinde, Rio Tinto e Águas Santas ao Porto.

O Porto concorda com o cenário 2, mas quer ver estudada a isenção de portagens na A41, para todos os veículos ou apenas para os pesados. O posicionamento de Matosinhos é semelhante, na medida em que defende a extinção de portagens na A41 para evitar o congestionamento da VCI.

Notícias Maia


Partilhe:
  • 129
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    130
    Shares
  • 129
  • 1
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue