Desporto

Leça suou para vencer o Felgueiras

Leça - Felgueiras

O Leça venceu de forma suada o Felgueiras por 2-1, em jogo da 12.ª jornada da Série B do Campeonato de Portugal, regressando aos triunfos três semanas depois.

Num jogo de luta e muita entrega, com ambas as equipas a deixarem tudo em campo num relvado bem pesado, o Leça regressa às vitórias, num estádio onde não sabe o significado da derrota, com um resultado que trouxe muito sabor por ser contra uma equipa que não perdia há um mês e uma semana.

Em relação à última partida frente ao Paredes, duas alterações para a formação treinada por Domingos Barros, com as entradas de Pedro Prazeres e do brasileiro Vieira para os lugares de Adilson e João Paulino.
Após um início equilibrado, foi o Felgueiras a inaugurar o marcador aos 11 minutos por Rabiola ganhando na zona do primeiro poste chegando primeiro que João Paulo cabeceando para o fundo das redes.

O Leça tentou reagir através de Zé Carlos, chegando ao empate aos 37 minutos após um corte com o braço de Sidney no coração da área com o árbitro a assinalar o castigo máximo. Isaac converteu a grande penalidade com calma e categoria e fez o seu quinto golo na prova.

Leça - Felgueiras

Na segunda parte, o Leça apresentou um futebol mais pausado e mais direto, tendo no primeiro quarto de hora da segunda metade da partida, com Isaac Boakye a mostrar-se muito atrevido com remates que levaram muito perigo à baliza de João Kuspiosz aos 51 e aos 61.

Aos 65, Pedro Prazeres é lançado em profundidade por Nelsinho, que desfeiteou um adversário para uma defesa com conta, peso e medida, aos 74 Nelsinho com um remate cruzado quase que cheirava a golo e aos 75 Isaac Boakye á boca da baliza rematou para uma defesa de recurso para Kuspiosz. 

Os leceiros forçaram o andamento e procuraram chegar ao golo que lhes desse a vantagem, conseguindo fazer o Felgueiras explorar só o contra-ataque como a única opção para chegar à área de Cristiano.
Na construção do jogo do Leça, Nelsinho assumia-se como o maestro da bola, a comandar a batuta nos processos ofensivos e Isaac como já nos habituou a exibições que espelham o perfume futebolístico desdobrar-se em múltiplas ações.

  Leixões celebra 112 anos de vida em noite de Gala

Como se diz na gíria popular a “água tanto bate até que fura” e aos 83 minutos saiu o bingo ao Leça após uma jogada bem desenhada pelo meio-campo leceiro aproveitando muito bem Van Zeller para dar a Paulo Lopes que com régua e esquadro coloca a bola em João Paulino que ao segundo poste cabeceia com precisão para o fundo das redes. Segundo golo do caboverdiano no campeonato.

A vantagem premiava a toada objetiva e as transições rápidas da formação leceira.
Luís Pinto colocou toda a “carne no assador”, mas foi o Leça que levou mais perigo com um remate de João Paulino aos 89, que passou bem rente ao poste direito da baliza de Kuspiosz.
As duas equipas saíram do jogo com nota positiva pelo empenho e pelo futebol jogado. 

MVP – João Paulino

Momento do jogo – Golo de João Paulino aos 83 minutos

FICHA DE JOGO:

Leça: Cristiano, Zé Carlos, Cláudio Borges, Pecks, Paulo Lopes, Samuel Teles, Nelsinho, João Paulo (Kevin Lopez, 86), Pedro Prazeres (Van Zeller, 80), Isaac Boakye e Vieira (João Paulino, 69)  (Domingos Barros)

Felgueiras: João Kuspiosz, Mário Sérgio, Pedro Marques, Tojó, Tinoco, Sidney, Rúben Alves (Pintassilgo, 57), Carlos Eduardo (Maurício, 84), Duarte Duarte, André Rodrigues (Correia, 67) e Rabiola  (Luís Pinto)

Cartões: Amarelo para Samuel Teles (5), Pedro Marques (60), Rabiola (63), Carlos Eduardo (71).

Árbitro: Pedro Campos (AF Porto)

Por: Diogo Bernardino


SÉRIE B – Resultados 12.ª Jornada

Leça-Felgueiras 1932, 2-1
Sp. Espinho-Paredes, 0-0
Castro Daire-Lusitânia Lourosa, 1-1
Ginásio Figueirense-Gondomar, 0-4
Vila Real-Trofense, 1-3
Valadares Gaia-Canelas 2010, 1-2
Sanjoanense-Arouca, 0-0
Coimbrões-Pedras Rubras, 0-2
Lusitano Vildemoinhos-Amarante, 2-2

CLASSIFICAÇÃO:
1.º: Lusitânia Lourosa, 27 pontos;
2.º: Arouca, 26;
3.º: Leça, 24;
4.º: Sanjoanense, 23;
5.º: Sp. Espinho, 21;
6.º: Felgueiras 1932, 19;
7.º: Coimbrões, 19;
8.º: Canelas 2010, 17;
9.º: Lusitano Vildemoinhos, 17;
10.º: Paredes, 17;
11.º: Pedras Rubras, 15;
12.º: Gondomar, 14;
13.º: Valadares Gaia, 13;
14.º: Castro Daire, 13;
15.º: Trofense, 12;
16.º: Amarante, 10;
17.º: Ginásio Figueirense, 7;
18.º: Vila Real, 4.

Sending
User Review
( votes)

Comentar