Nacional

Mercado Imobiliário Português abranda em Julho

Ribeira do Porto

O preço médio das propriedades anunciadas na plataforma de referência Imovirtual verificou um ligeiro abrandamento em Julho de 2020 quando comparado com o mês anterior.

Os dados recentemente lançados relativos a este período e tornados públicos no habitual barómetro de preços que atesta a saúde do mercado imobiliário nacional todos os meses refletem algumas variações mais acentuadas que contribuem para este resultado.

Os Distritos Fortes

No topo dos distritos onde o valor de venda é mais elevado, continuam a figurar os quatro habituais. Lisboa, Faro, Região Autónoma da Madeira e Porto.

No caso da capital, o preço médio de venda desceu -1,73% entre Junho e Julho, situando-se agora em €542.996.

Faro, distrito por norma caraterizado pelo imobiliário de luxo e de segunda habitação assiste a uma variação semelhante na ordem dos -1,80% que colocam agora o valor médio em €446.297.

Semelhante cenário é observado na R.A. da Madeira com uma variação de -1,74% onde o valor de venda se situa agora em €321.527.

Finalmente, o Porto vê a mais baixa variação negativa entre os principais quatro distritos, perdendo apenas -0,48% e situando o valor de venda praticado em Julho em €305.768.

Mercado Imobiliário - Arrendamento

Os Distritos Mais Económicos

No que se refere aos distritos onde é mais económica a venda de propriedades imobiliárias, as variações são menos acentuadas.

Beja cresce 0,58% e vê o valor médio situar-se em €131.273, enquanto no mesmo sentido segue Castelo Branco com uma subida de 0,94% que coloca o valor em €121.134.

Já no sentido oposto seguem Guarda com -0,59% (€123.851) e o distrito mais económico de Portugal, Portalegre, com -0,89% com um valor de €114.483.

No conjunto, o preço médio de venda praticado em Portugal situa-se agora em €341.089 e reflete uma variação de -1,73% em Julho quando comparado com o mês anterior.

Mercado de Arrendamento

A variação negativa é ligeiramente mais acentuada no mercado de arrendamento, com os valores médios praticados a revelarem uma quebra de -2,92% quando comparados com Junho de 2020.

Esta variação coloca o valor médio de arrendamento a nível nacional em €1.064, menos €32 do que o valor do mês anterior.

Este valor é particularmente penalizado por variações negativas como a Guarda com -10,08% que colocam o valor médio de arrendamento em €320 ou Faro, com -7,67% que colocam o valor em €831.

No sentido oposto, Bragança cresceu 14,84% num único mês e vê agora o preço médio de arrendamento fixar-se em €472.

Portalegre, que figura entre os distritos mais económicos para comprar e arrendar casa apresenta um notável crescimento de 7,86% colocando o valor médio de arrendamento em €343 e dando um muito ansiado ânimo à perspetiva futura deste distrito em particular.

O Panorama Futuro

Os meses vindouros serão seguramente alvo de flutuações nos valores do mercado de venda e de arrendamento, com maior ênfase nos que têm demonstrado subidas e descidas mais acentuadas.

Uma vez que observamos uma fase anormal em termos económicos, quaisquer previsões são agora apontadas para curto e médio prazo apenas, porém, os dados a que vamos tendo acesso indicam que o mercado imobiliário português é seguramente mais sólido do que à partida se poderia pensar.

Partilhe:
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    4
    Shares
  • 4
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
sendinblue

1 comentário

Leave a Reply