STCP subscreveu o Pacto do Porto para o Clima

As novas viaturas da STCP movidas a energia 100% elétrica, do fabricante Zhongtong Bus (ZT Bus)

Partilhe:

Translate

A Sociedade de Transportes Colectivos do Porto (STCP) aderiu ao Pacto do Porto para o Clima, uma iniciativa da Câmara Municipal do Porto que tem como objetivo atingir a neutralidade carbónica da cidade em 2030, através do envolvimento ativo dos diferentes atores da sociedade.

Para Cristina Pimentel, presidente do Conselho de Administração da STCP “a assinatura deste Pacto responde à estratégia que a maior operadora de transportes da AMP – Área Metropolitana do Porto tem promovido nos últimos anos”, destacando como exemplo, “o processo de renovação de frota que a STCP está a levar a cabo desde 2018, situação que permitiu reduzir significativamente as emissões de CO2 dos seus veículos e contribuir ativamente para a qualidade de vida das populações dos concelhos nos quais tem operação”, acrescentando ainda que “a empresa está a preparar a documentação para a aquisição de 48 novas viaturas 100% elétricas, via concurso internacional”.

A STCP é detentora das certificações do Sistema de Gestão da Qualidade e do Sistema de Gestão Ambiental, pela APCER (Associação Portuguesa de Certificação), que reconhecem a aplicação das melhores práticas do setor pelo trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao nível da inovação e qualidade, bem como em termos de competitividade e de desenvolvimento sustentável na vertente ambiental, e da promoção de um Ambiente de Trabalho Saudável (2010, Organização Mundial de Saúde – OMS) aos seus colaboradores.

O Pacto do Porto para o Clima foi lançado a 31 de janeiro, sendo a adesão voluntária, não vinculativa e sem custos por qualquer pessoa ou organização, independentemente da dimensão, ação prévia ou personalidade jurídica.



Partilhe: