Concelho

Matosinhos: Equitação terapêutica ajuda idosos sobreviventes de cancro

Matosinhos: Equitação terapêutica ajuda idosos sobreviventes de cancro

Em Matosinhos existe um projeto de equitação terapêutica que ajuda idosos sobreviventes ao cancro, na maioria mulheres, a ter uma vida melhor e a realizar sonhos, trabalhando os aspetos físicos e emocionais.

Este projeto é da responsabilidade da Associação Equiterapêutica do Porto e Matosinhos (AEPM) que aceitou o desafio Associação de Apoio a Pessoas com Cancro (AAPC) para criar uma iniciativa direcionada para sobreviventes de doenças oncológicas.

De acordo com Joana Pereira, Presidente da AEPM, em declarações à Agência Lusa, a utilização de cavalos para fins terapêuticos, ou mesmo em atividades lúdicas e pedagógicas, é muito útil. Estas terapias “decorrem uma vez por semana”, com a “participação de oito utentes de cada vez”, no picadeiro do Lar do Comércio, em Matosinhos, podendo “durar cerca de duas horas”, acrescentou. Nestas trabalham-se várias competências, mas principalmente a emocional, a relação que se estabelece com o animal.

O projeto é aberto a todas as pessoas que estejam a viver ou já tenham ultrapassado a doença, informou Susana Pires Duarte, coordenadora da AAPC.

  Kastelo angaria cerca de 70 mil euros em Leilão de Arte solidário

Eva Silva, de 65 anos, não escondeu à Lusa a emoção “fabulosa” quando falou dos passeios em cima da égua branca, que lhe permitiu cumprir o sonho de quando tinha quatro anos.

“Eu tive com ela um enlace tamanho, de um soluço incontrolável que ela entendeu e me deixou chorar e agarrar a ela”, descreveu a utente da AAPC, sublinhando as benfeitorias à “coluna cervical” que lhe traz “fazer o jogo de cintura” a cavalo e a “paz ao ego” que é estar com a égua.

E concluiu: “é algo que me dá em dobro aquilo que eu preciso. De carinho, de amor, de compreensão. Ela não fala, mas escuta tudo o que eu lhe digo”.


Sending
User Review
( votes)

Comentar