Valha-nos o Senhor de Matosinhos!

Igreja Senhor de Matosinhos

Partilhe:

Translate


Joaquim MonteiroA Assembleia de Freguesia e as Festas do Senhor de Matosinhos

No dia 27 de abril realizou-se  a  Assembleia de Freguesia onde se aprovou o Relatório de Contas de 2015 da Junta de Freguesia de Matosinhos e Leça da Palmeira.

No relatório apresentado pelo executivo são-nos apresentadas com grande regozijo as taxas de execução de 85% no que respeita ao Plano de Atividades e de 89% no que se refere ao Orçamento. Destaca-se, igualmente, que tão meritórias taxas de execução se ficam a dever ao esforço de toda a estrutura da Junta de Freguesia, aos novos métodos de trabalho e à adaptação à nova realidade administrativa.

Nada a opor aos números e às justificações apresentadas pelo executivo, até porque o seu escrutínio é feito pelos membros da Assembleia de freguesia. Contudo, como leceiro, não me identifico totalmente com os resultados apresentados no relatório.

É certo que este executivo da Junta tem desenvolvido uma política de proximidade com a população e com as associações. Em todos os acontecimentos, em «todos os casamentos, batizados e comunhões» segundo a terminologia popular, alguém do executivo está presente.

Mas falta o mais importante, as obras. Durante o ano de 2015 que obras estruturais se realizaram em Leça da Palmeira? Fizeram-se obras nos parques infantis, em grande parte por pressões exteriores ao executivo, nomeadamente de um grupo de jovens e pouco ou nada mais. Na marginal não se realizaram as prometidas obras de melhoramento, não se fizeram os passeios na avenida da Exponor, nem o simples corrigir do tempo de passagem para peões nos semáforos junto à igreja se conseguiu adaptar à necessidade dos transeuntes.

Altar do Senhor de Matosinhos

Maio traz-nos de volta a festa do Senhor de Matosinhos

Em Leça da Palmeira podemos afirmar claramente que deve haver menos festa e mais obra.

No entanto, este início de maio traz-nos de volta a festa do Senhor de Matosinhos.No entanto, este início de maio traz-nos de volta a festa do Senhor de Matosinhos. Uma festa indispensável para todos os matosinhenses e para muitos portugueses dos concelhos limítrofes. De 6 a 29 de maio temos as festas mais importantes da nossa cidade e do nosso concelho. São 3 semanas repletas de animação: exposições, concursos, música, teatro, animação de rua, folclore, dança, concertos, desporto, religiosidade.

Do programa oficial, disponível na página oficial da Câmara Municipal de Matosinhos, bem como no sítio leca-palmeira.com, destaco desde logo o pódio do Rally de Portugal no dia 22 de maio na marginal de Matosinhos. Embora eu seja um aficionado dos ralis, destaco este acontecimento pelo simples facto de não ser usual nas festas do Senhor de Matosinhos.

Não posso deixar de destacar. Também, o concerto com os «Mundo Secreto», no dia 21 de maio, sábado, pelas 22 horas, no jardim da Biblioteca Florbela Espanca. Estamos a falar de uma banda matosinhense que tem projetado o nome do concelho por todo o país e pela Europa.
[aio_button align=”center” animation=”none” color=”green” size=”small” icon=”download” text=”Ver Programa das Festas 2016″ target=”_blank” relationship=”dofollow” url=”http://issuu.com/lecadapalmeira/docs/programa-senhor-de-matosinhos-2016/1″] Como manda a tradição no sábado, 14 de maio, pelas 24 horas teremos o fogo de artificio e na terça, dia, 17 de maio, feriado municipal, pelas 19 horas, no jardim do parque 25 de abril, teremos o fogo de bonecos.

Contudo, as festas não só o aspeto profano. Daí que realço, dentro das atividades religiosas, a Eucaristia Solene da Festa do Bom Jesus de Matosinhos, no dia 17, feriado municipal, pelas 11 horas, na igreja matriz de Matosinhos. Aconselho também uma peregrinação à igreja, durante todos os dias das festas, não só para apreciar as belíssimas decorações feitas com flores, mas para apreciar os retábulos de talha dourada que dão á igreja aquele aspeto tão singular.

Em família, em grupos de amigos, ou mesmo individualmente há sempre algo para ver, ouvir, apreciar e descobrir nas festas do Senhor de Matosinhos.

Até à próxima semana.

Saudações leceiras

Joaquim Monteiro


Partilhe:

1 comentário

  • “…É certo que este executivo da Junta tem desenvolvido uma política de proximidade com a população e com as associações. Em todos os acontecimentos, em «todos os casamentos, batizados e comunhões» segundo a terminologia popular, alguém do executivo está presente….”,
    Neste ponto sou obrigado a dizer que não conta a censura que é praticada com alguns leçeiros nas redes sociais ao bloqueá-los no acesso á página oficial da junta.

    “…Fizeram-se obras nos parques infantis, em grande parte por pressões exteriores ao executivo, nomeadamente de um grupo de jovens e pouco ou nada mais…”
    Gastaram dinheiro, recursos e tempo e ao fim de alguns meses um destes já se encontra completamente desmantelado!!! porquê?

Comentar